Por que ser sócio de uma cooperativa de crédito?

Por que ser sócio de uma cooperativa de crédito?
Por que ser sócio de uma cooperativa de crédito?

Há muito tempo, um grupo de pessoas se reuniu para viabilizar suas atividades. Esse foi o pontapé inicial do cooperativismo. De lá para cá, o modelo cooperativista ganhou força e tem se espalhado em diversos segmentos, auxiliando pessoas a melhorarem sua vidas em todo o mundo.

Ramos do cooperativismo 

O cooperativismo visa ao bem comum e propõe que todos alcancem os objetivos juntos. Por isso, atualmente, são sete ramos do cooperativismo que beneficiam milhões de famílias por meio da união: agropecuário; consumo; crédito; infraestrutura; saúde; trabalho; produção de bens e serviços; e transporte.

Seguindo o sexto princípio do cooperativismo, a intercooperação, que prevê o trabalho em conjunto para o bem de todos, os ramos cooperativistas interagem entre si, ampliando o impacto de suas atividades, contribuindo para que mais pessoas possam ser contempladas por suas ações.

Cooperativismo de crédito que realiza sonhos!

No cooperativismo, todos os membros são donos têm voz ativa, participam dos resultados e resolvem as situações juntos. As cooperativas de crédito tendem a ser mais rentáveis do que os bancos tradicionais e muito mais resistentes às recessões econômicas. 

Mais de 7 milhões de cooperados

Atualmente, no Brasil, já são mais de 7 milhões de cooperados que crescem juntos e,  assim, geram mais de 370 mil empregos. A roda da cooperação permite que diversas pessoas sejam impactadas pelos ganhos diretos e indiretos. 

Resultados financeiros e sociais

Muito além do dinheiro, o qual permanece na região, e as distribuições das sobras, que remuneram a reciprocidade do associado, o cooperativismo fomenta ações de cunho social, ambiental, educacional, entre outros.

Educação financeira

Com todas as soluções financeiras de um banco tradicional, as cooperativas de crédito visam criar relacionamento com seus cooperados, por meio da consultoria financeira, da educação financeira desde a infância e do crédito orientado.

Participação ativa 

Para que todos cresçam juntos, o cooperativismo é democrático e permite que todos os envolvidos tenham voz ativa nas decisões. Para isso, é realizada a Assembleia Geral, a qual é a instância maior de decisão. É o momento em que os sócios decidem o futuro da cooperativa.

Todo esse cenário comprova que onde tem uma cooperativa por perto o IDH é maior. São diversas ações para movimentar a economia, cuidar das pessoas e do planeta. 

Viu só? Sobram motivos para você começar a cooperar agora mesmo! 

Ficou interessado? Quer saber mais sobre o como fazer parte do mundo cooperativista? Clique aqui e baixe nosso infográfico!