Poupança: como tornar essa opção de investimento mais rentável?

Poupança: como tornar essa opção de investimento mais rentável?
Poupança: como tornar essa opção de investimento mais rentável?

Reserva de emergência: muitas vezes, essa é a expressão que as pessoas visualizam quando pensam em investimento financeiro. A ideia é sempre ter um suporte em caso de necessidade por situações que não estavam previstas e requerem aporte financeiro. Por muito tempo, foi o tradicional “guardar dinheiro embaixo do colchão”.

Aí é que a poupança ganhou espaço: é o modelo de investimento mais seguro e sólido que o mercado oferece. Por muito tempo, foi a única forma de ter recursos alocados em uma instituição financeira com algum índice de rentabilidade. Mas, de um tempo para cá, muitas pessoas se perguntam: ainda vale a pena investir na poupança?

Segurança e confiabilidade

Para quem busca uma opção de investimento que tenha riscos menores e que traga uma segurança financeira, a poupança, sim, é uma excelente opção. É verdade que a rentabilidade desta modalidade é um pouco menor do que as demais alternativas do mercado, mas ela oferece uma segurança e correção do valor investido de forma recorrente. 

Ainda assim, é possível guardar suas economias na poupança de forma a aumentar os ganhos: e o primeiro passo para isso é escolher a poupança em uma cooperativa de crédito.

Recurso de alta liquidez com correção 

Em caso de emergência, a poupança é um excelente aliado já que possui alta liquidez e é corrigido de forma recorrente, ou seja: você pode sacar a qualquer momento, embora os juros sejam pagos apenas uma vez por mês. 

Fomento da economia local

Os recursos aplicados nas cooperativas permanecem na região, fomentando o desenvolvimento de todos, seja pessoa física, jurídica ou para o público rural, principalmente por meio de linhas de empréstimos e financiamentos disponibilizados aos cooperados. 

Participação nos resultados

Ao aplicar na poupança em uma cooperativa, bem como fazer movimentações financeiras diversas, o associado passa a ter participação nos resultados gerados na cooperativa. Isso significa que, além da segurança e da correção da poupança, o cooperado também recebe valores ao final de cada ano referentes a sua participação, os quais podem ser disponibilizados via cota capital ou diretamente em conta corrente.

Democracia, voz ativa e melhores condições comerciais

A gente já comentou aqui no blog, mas é sempre bom ressaltar: em uma cooperativa, você participa ativamente das decisões, contribuindo para a gestão dos recursos disponíveis. Além disso, quando você investe em uma cooperativa, você passa a ter acesso a melhores condições negociais nas soluções financeiras oferecidas. 

Então, se você tem um perfil mais conservador e busca segurança para fazer sua reserva de emergência ou guardar um dinheiro para realizar sonhos e planos, a poupança em uma cooperativa de crédito pode ser uma excelente opção.