Cresol Humaita

Você está em:
Home A Cresol Sicoper Cresol Imprensa Banco Central do Brasil realiza visita institucional à Cresol Sicoper

Notícias

Confira as notícias sobre a Cresol

04 de Fevereiro de 2019

Banco Central do Brasil realiza visita institucional à Cresol Sicoper

Na manhã desta segunda-feira, 04 de fevereiro, a Diretoria Executiva e coordenadores da Central Cresol Sicoper receberam, Harold Espínola Filho e Rodrigo Monteiro, Chefe de Departamento e Chefe Adjunto de Departamento, respectivamente, do Departamento de Supervisão de Cooperativas e de Instituições não Bancárias (Desuc), do Banco Central do Brasil. A atividade integra uma série de visitas institucionais que o Desuc está realizando junto à instituições financeiras cooperativas, visando fiscalizar ações e acompanhar a organização das mesmas.

O Diretor-presidente da Cresol Sicoper, José Silva, destaca que a Cresol Sicoper apresentou o audiovisual de prestação de contas referente ao ano de 2018, bem como os indicadores e avanços obtidos nos últimos períodos. “A agenda apresentou uma pauta dinâmica para conhecer melhor o trabalho da Cresol, bem como oportunizou a troca de ideias que poderão ser discutidas entre os sistemas financeiros para melhorar questões de interesse comum. O que percebemos é que o Bacen está querendo trabalhar mais próximo das instituições numa lógica preventiva, tanto na governança quanto na gestão das cooperativas, o que ocorre devido aos avanços que os sistemas cooperativos têm obtido nos últimos anos”, salienta Silva.

Para o Coordenador do Departamento Financeiro da Cresol Sicoper e Diretor Administrativo da Cresol Confederação, Jonas Alberto Klein, este tipo de interação é muito importante porque demonstra a confiança que o Desuc deposita na Cresol. “Eles reconhecem que a Cresol é uma instituição que está intermediando o mercado financeiro e que aposta na intercooperação entre os sistemas para buscar sustentabilidade. E a visita veio no sentido de entender as evoluções e avanços obtidos, bem como os desafios e reivindicações do setor, o que nos permite maior aproximação e possibilidade de apresentar os nossos projetos, solicitações e anseios perante o Banco Central do Brasil”, finaliza Klein.

/
Confira mais notícias